14 Verdades e Mentiras Sobre MOMO

Inúmeras notícias têm sido espalhadas por meio das redes sociais e aplicativos de comunicação, com pessoas afirmando que o Momo Challenge está aparecendo nos vídeos infantis do YouTube. Será que isso é real ou se trata de fakenews para amedrontar a população? Nesse post vamos citar 14 verdades e mentiras sobre Momo para que você saiba tudo a respeito desse assunto e não seja manipulado pela mídia. Talvez um conhecido tenha recebido um desses vídeos assustadores pelo WhatsApp e compartilhado com a intenção de alertá-lo sobre possíveis riscos para a sua família.

Os responsáveis pelo YouTube a princípio preferiram não se manifestar e fizeram silêncio sobre o assunto. Mas agora já alegam que não há qualquer evidência da existência dos vídeos que estimulam as crianças a se machucar. A imagem intrigante da mulher assustadora criada pelo artista Keisuke Aisawa em uma escultura não aparece em seus canais infantis, segundo os analistas que estão investigando as denúncias. Os relatos de que usuários são desafiados a se comunicar com Momo através de um número desconhecido para depois serem perseguidos não passariam de uma farsa viral.

"Esse tipo de conteúdo violaria nossas políticas e seria removido imediatamente." Essa foi a recente mensagem registrada pelo YouTube, que nega veemente a possibilidade de qualquer ocorrência no estilo relatado no Facebook. No entanto, a dúvida persiste porque autoridades e escolas enviaram avisos aos pais para que fiquem atentos aos conteúdos visualizados por seus filhos. Além da história detalhada de uma mãe que supostamente teria vivido uma experiência com a sua filha de seis anos, a qual teria sido desafiada pelo Momo ao assistir a Peppa Pig.

Um salão de beleza localizado em Gloucestershire na Inglaterra também teria informado o fato de uma menina de cinco anos que recebeu o desafio de cortar os cabelos. E para deixar a situação ainda mais preocupante, uma Escola Primária de Haslingden na Rossendale do Reino Unido fez uma publicação mencionando que estão cientes dos vídeos vistos pelos alunos, que apresentam o Desafio Momo. "Esses videoclipes estão aparecendo em muitos sites de mídia social e no YouTube (incluindo o YouTube infantil)", disse o representante da escola.

Por outro lado, a National Online Safety alertou pelo Twitter que há “centenas de escolas e pais preocupados” com esses fatos terríveis. No ano passado, a Buenos Aires Times citou o suicídio de uma menina de apenas doze anos na Argentina, a qual teria sido vítima da Momo. Atualmente diversos países da América Latina, o México, os Estados Unidos, a França e a Alemanha igualmente confirmaram a aparição fantasmagórica. Caso você tenha interesse de saber a realidade sobre tudo o que leu até aqui, continue lendo o nosso artigo e elimine as suas dúvidas.

14 Verdades e Mentiras Sobre MOMO



1. Momo é um jogo novo e perturbador, que está varrendo a mídia social, deixando os pais e autoridades preocupados com a possibilidade de estarmos diante de uma verdadeira ascensão de outro fenômeno, como o tão conhecido "Baleia Azul". Os participantes são desafiados a contatar 'Momo' enviando mensagens para um número desconhecido. As crianças são instigadas a fazer uma série de desafios estranhos e perigosos como a se automutilarem e tirarem as próprias vidas.

2. Tudo começou em um grupo do Facebook onde os participantes foram desafiados a começar a se comunicar com um número desconhecido", escreveu no Twitter, em agosto, a Unidade de Investigação em Crimes Computacionais do Estado de Tabasco, México. Vários usuários disseram que se enviassem uma mensagem para Momo em seu celular, a resposta retornava com imagens violentas e agressivas, e alguns disseram que tinham mensagens respondidas com ameaças. As imagens utilizadas como face do jogo foram tiradas do Instagram de um artista japonês chamado Keisuke Aiso.

3. Recentemente o tema voltou a ganhar o noticiário com um post de Facebook publicado pela polícia da Irlanda do Norte. Nele, há um aviso para que os pais cuidem as atividades dos filhos no WhatsApp. Refere ainda que há muitos relatos de vídeos infantis no YouTube da Momo, com imagens da personagem e instruções para que os pequeninos se machuquem ou tirem a própria vida. Isso porque o nome da Momo ressurgiu nas redes sociais.

4. Um outro relato sobre a boneca assustadora, mostra o desespero de uma mãe que mora na cidade de Campinas - interior de São Paulo. A mãe diz que sua filha assistia um vídeo no YouTube Kids quando as imagens foram substituídas por um vídeo da boneca Momo. A criança afirma que no vídeo a boneca aparece pedindo para a menina cortar os pulsos, ou a mesma sairia da tela para pegá-la.

5. O episódio já foi matéria da revista CRESCER, no início de março deste ano, o qual passou o seguinte comunicado: "Muitos de vocês compartilharam suas preocupações conosco nos últimos dias sobre o Desafio Momo - prestamos muita atenção nisso. Depois de muita análise, não vimos nenhuma evidência recente de vídeos promovendo o Desafio Momo no YouTube. Vídeos incentivando desafios prejudiciais e perigosos são claramente contra nossas políticas, incluindo o desafio Momo”.

6. A imagem da Momo, embora seja bem aterrorizante, não tem nada a ver com o Desafio da Momo em si. A garota com olhos esbugalhados associada ao Desafio é uma escultura feita por Keisuke Aisawa, da empresa japonesa Link Factory, responsável por criar efeitos especiais para filmes de terror. A escultura estava exposta em Tóquio, em agosto de 2016. Sua figura parece ter saído da figura folclórica chamada Ubume, uma mulher que morreu logo após dar à luz a uma criança. As imagens da escultura foram publicadas no Instagram e, logo, foram parar no Reddit, onde seu alcance se multiplicou.



7.O Desafio da Momo foi notado pela primeira vez em países de língua hispânica, quando autoridades mexicanas revelaram ter encontrado os primeiros vestígios do vídeo em um grupo de Facebook. Nele era explicado que aqueles que enviassem mensagens de texto para o número da Momo seriam desafiados a completar tarefas cada vez mais difíceis e perigosas. E falhar em algum dos desafios resultaria no vazamento de informações pessoais ou ameaças de violência.

8. Apesar de o vídeo de ReignBot desmentir o fenômeno, apontando as origens incertas do Desafio da Momo, a história circula hoje na imprensa de muitos países. Especialistas de segurança na internet, procurados por jornais, sites, emissoras de TV e rádio, passaram a aconselhar os pais a monitorarem seus filhos para que pudessem encontrar sinais de que as crianças estivessem envolvidas neste jogo.

9. Na Argentina - cidade de Buenos Aires, uma notícia insinua que uma garotinha de 12 anos, tirou a própria vida ao participar do Desafio da Momo. Contudo a falta de evidências fez com que a história não fosse levado a diante. Na internet também é possível encontrar vídeos sobre os Desafios da Momo às 3h da manhã, mas eles soam mais como comédia, não como algo a ser levado em consideração.

10. Também surgiram relatos de vídeos do YouTube nos quais personagens amigáveis às crianças, como Peppa Pig ou Splatoon, eram editados e trocados por imagens da Momo. E traziam mensagens de automutilação. Os vídeos parecem ter surgido como piadas para perturbar as crianças. "Uma criança pode desligar o vídeo, mas outra pode ser mais vulnerável e assisti-lo", disse April Foreman, psicóloga licenciada e integrante do Conselho Executivo da Associação Americana de Suicidologia.

11. Esse desafio e, consequentemente, o ataque de pânico que se espalhou com ele, ocorre da mesma forma como o Desafio da Baleia Azul, um fenômeno surgido na Rússia e que se tornou viral em 2018. De acordo com relatos da imprensa russa, o Desafio da Baleia Azul envolvia adolescentes em uma série de tarefas cada vez mais graves ao longo de 50 dias. E, no final, o participante era encorajado ao suicídio.

12. Assim como Creepypasta, Momo é feito para parecer uma lenda urbana ou um desafio viral e usa a mídia para dizer o mesmo, perpetuando sua suposta legitimidade. Preocupações sobre segurança infantil levaram milhares de usuários a compartilhar alertas, mas o perigo está em repetir rumores sem evidências sólidas. Essas histórias sendo altamente divulgadas e iniciando um pânico significam que as pessoas vulneráveis ficam sabendo sobre isso e isso cria um risco.

13. Há pouco tempo, houve uma onda de suicídios de adolescentes na Rússia, país cuja taxa de suicídio adolescente já é maior do que a média mundial. E um homem chamado Philipp Budeikin foi preso e acusado de organizar o jogo nas redes sociais, mas grande parte das acusações foram retiradas. E, desde então, tem sido relatado que Budeikin muito provavelmente criou esses grupos para promover sua carreira musical. As autoridades do local afirmam que é mais do que apenas assustar as crianças - o "sinistro" jogo de suicídio encobre os hackers que tentam roubar informações pessoais.

14. Os pais que estão preocupados com a exposição dos seus filhos a imagens perturbadoras nas redes sociais devem ter uma conversa franca com eles sobre o uso da internet. Crianças acessar Momo por meio de WhatsApp e recebendo pedidos que eles se matem é muito improvável. Mas o risco deles verem conteúdo perturbador nas redes sociais é muito real. Em última análise, a internet pode ser um lugar muito assustador para as crianças, e os pais têm muitos motivos para surtar. Todavia, não há necessidade de adicionar apenas a escultura de uma personagem japonesa na lista, já que o perigo mora em todo lugar.

Ninguém sabe exatamente em qual cidade o Desafio Momo surgiu pela primeira vez. Existem opiniões diferentes sobre a matéria que está sendo investigada por especialistas, todavia, não há uma resposta definitiva. Acreditamos que as 14 verdades e mentiras sobre Momo mencionadas em nosso site possa auxiliá-lo na busca por respostas, mas uma conclusão poderá ou não vir com o tempo. Independente do resultado das pesquisas que estão sendo realizadas, tenha em mente que as crianças não podem ser deixadas sem o acompanhamento dos adultos nas suas atividades diárias.